Borbulhas.com

Tudo sobre as borbulhas (acne)

Tratamento do acne com antibióticos

Antibióticos topicais

Os antibióticos têm duas funções: a primeira é reduzir o número de bactérias dentro das glândulas, o segundo é reduzir a inflamação da pele.

Os antibióticos topicais, usados como pomadas, para tratar o acne, incluem tetraciclina, minociclina, eritromicina e clindamicina, que são todos absorvidos pela pele, reduzindo o nível de bactérias e a inflamação na pele.

São receitados para o acne onde haja pústulas presentes, mas não têm efeito nas saliências negras. O efeito colateral dos antibióticos correntes é que as soluções de álcool podem irritar a pele e até secá-la.

Se isto for um problema, há a clindamicina em forma de loção.

Antibióticos orais

Os antibióticos orais são normalmente receitados para um período mínimo de seis meses, quer por si próprios, quer em combinação com tratamentos correntes. Os quatro grupos que se usam normalmente são tetraciclina, eritromicina, trimetoprim e clindamicina.

Todos os grupos têm a função de reduzir o número de bactérias na pele, bem como ter um efeito sobre a inflamação dentro da pele.

Tetraciclinas

Trata-se dos antibióticos mais eficientes contra o acne. Infelizmente há uma série de efeitos colaterais. Podem afectar a pílula contraceptiva, tornando-a arriscada e passando a ser necessário usar uma forma alternativa de contracepção. Não devem ser receitadas a crianças abaixo dos nove anos de idade porque podem causar manchas nos dentes. As tetracic1inas também podem causar inflamações como resultado de alteração na microflora da vagina. Não devem ser receitadas durante a gravidez.

Eritromicinas

Este antibiótico é relativamente eficiente contra o acne inflamatório e tem a vantagem de não ter efeito na pílula contraceptiva ou num feto em desenvolvimento, por isso é frequentemente receitado a mulheres na idade da gravidez em vez de tetraciclina. Infelizmente também pode causar aftas ou infecções na vagina.

Trimetoprim

Este é eficiente no tratamento do acne e é geralmente um remédio muito seguro. Ocasionalmente pode causar náuseas e uma rara complicação no desenvolvimento de inchaços dolorosos nas pernas.

Clindamicina

Trata-se de um antibiótico muito forte que se usa em casos graves de acne, e é normalmente receitado quando outros antibióticos falharam. Em casos raros pode causar diarreia. Se a pessoa estiver a tomar clindamicina e ocorrer diarreia, deve parar de tomar os comprimidos imediatamente e consultar um clínico geral.