Borbulhas.com

Tudo sobre as borbulhas (acne)

Vitaminas para combater o acne

Vitamina A

Frequentemente referida como a «vitamina da pele», a vitamina A é uma parte importante de uma dieta antiacne porque actua para reparar os tecidos da pele. Também melhora a visão e é vital para o nosso sistema de imunização. Há dois componentes de vitamina A: retinol, que se encontra em ovos, carne, peixe, fígado e manteiga; beta-caroteno, que se encontra em vegetais verdes e cor-de-laranja como cenouras, laranjas, damascos, hortaliça, espinafre, etc. O beta-caroteno actua como antioxidante e controla a actividade radical livre. Uma deficiência da vitamina A prejudica o processo da reparação e renovação normal das células e pode eventualmente levar a uma situação conhecida como hiperqueratose. Isto acontece quando as novas células morrem antes de chegarem à superfície da pele e juntam-se com outros restos e secreções, entupindo as bolsas de óleo e folículos. A fluidez dos óleos e secreções naturais da pele é portanto limitada e o acne, a caspa e outras sérias doenças como conjuntivites, terçolho e olhos ardentes podem surgir como resultado disso.

Vitamina B (grupo)

Há mais de uma dúzia de vitaminas neste grupo, e todas são estreitamente interdependentes. As fontes mais ricas das vitaminas B são cereais não cozinhados, arroz integral e cereais integrais, produção de lacticínios, legumes, carne, peixe e vegetais verdes. As vitaminas B2 e B3 ajudam a diminuir as gorduras, proteínas e carbo-hidratos no corpo e uma falta destas vitaminas pode causar pelagra (pele rugosa). A vitamina B6 regula o sistema nervoso, metaboliza gorduras, proteinas, minerais e ácidos de essência de gorduras que ajudam a combater as situações inflamatórias da pele. Outros membros desta fanulia de vitaminas incluem vitaminas B9 e B12. Uma das mais importantes funções da vitamina B9 é combater os potenciais defeitos neurológicos de nascimento em mulheres grávidas, ao passo que a B12 está limitada a prevenir o desenvolvimento de doenças nervosas.

Vitamina C

A mais conhecida de todas as vitaminas, a vitamina C está directamente ligada à manutenção e reparação das células de pele saudável e também ajuda a fazer o colagénio, uma proteina fundamental do corpo que apoia o tecido da pele. A deficiência na vitamina C pode significar que as feridas demoram mais tempo a sarar e que a pele pode tomar-se seca e gretada. O escorbuto era outrora um sintoma comum da deficiência da vitamina C. A vitamina C é também um poderoso curativo e actua como um produto de limpeza, ajudando o corpo a neutralizar substâncias tóxicas e a eliminá-las do corpo. Bioflavonoides são um grupo de vitaminas encontradas juntamente com a vitamina C que mantêm a intrincada rede de vasos sanguíneos e capilares, e também trabalham para combater desordens inflamatórias da pele. A vitamina C encontra-se em muitas variedades de fruta fresca e vegetais. Pode ser facilmente destruída por cozinhado em excesso, por isso é sempre melhor cozer vegetais a vapor - se se pretende cozê-los, usa-se apenas uma pequena quantidade de água. Poluição, stress, álcool e fumar (mesmo o fumar passivo) esgotam seriamente os nossos níveis de vitamina C - fumar apenas um cigarro faz desaparecer o equivalente ao conteúdo inteiro de vitamina C de uma laranja.

Vitamina D

A vitamina D é uma vitamina invulgar porque é sintetizada naturalmente na pele por expô-la à luz do dia. A vitamina O fortalece o tecido da pele e mantém esta com aspecto vibrante e fresco.

Vitamina E

Os alimentos com grande quantidade desta vitamina de vitalidade ou virilidade são cereais integrais (germe de trigo), ovos e óleos não refinados dos vegetais. Os alimentos drasticamente refinados baixam os níveis da vitamina E, assim, os flocos de cereais, por exemplo, perdem 95% deste importante elemento de nutrição. Trabalhando estritamente com a vitamina A e C contra a actividade prejudicial de radicais livres, a vitamina E também tem importantes propriedades antioxidantes e de limpeza que são úteis na manutenção de uma pele clara. À medida que se faz a pesquisa também está a tornarse claro que a vitamina E parece proteger os ácidos gordos essenciais, ingredientes vitais na estrutura da pele. Além disso, a vitamina E ajuda a assegurar um fluido saudável de sangue para asuperfície da pele protegendo os vasos sanguíneos, e actua como um agente anti-inflamatório impedindo a formação de leucotrinas, substâncias semelhantes a hormonas que aparecem naturalmente no sangue.