Borbulhas.com

Tudo sobre as borbulhas (acne)

Graus do acne

Graus e tipos de acne

Pode-se pegar em duas pessoas com acne e numa a situação pode ser pouco notável, enquanto na outra a pele pode ter sido deteriorada pelo acne em tal extensão que há numerosas cicatrizes e quistos. Isto é porque as pessoas têm diferentes quantidades de acne e sofrem-na em vários graus de gravidade. Os problemas de acne dividem-se geralmente em quatro graus:

Grau 1: Este nível de acne significa que a pele está apenas afectada por saliências brancas e saliências negras, e surgem apenas no rosto. Grau 2: Aqui a pele tem aspecto oleoso; existem saliências negras, saliências brancas e com borbulhas no rosto e por vezes nas costas e peito. Esta é a espécie de acne de que a maioria dos adolescentes sofre em algum tempo durante a adolescência e felizmente este tipo não resulta em cicatrizes (a não ser que algumas das manchas sejam comprimidas). Grau 3: Neste nível a pele está muito oleosa e também como as típicas saliências negras, brancas e borbulhas, há igualmente quistos que aparecem no rosto, nas costas, no pescoço e nos ombros. Podem surgir cicatrizes. __Grau 4: __Esta forma de acne tem pele excessivamente oleosa, e as pessoas que sofrem dela têm grandes quistos que se sobrepõem uns aos outros e fazem a pele elevar-se em partes. O acne do grau 4 aparece nas mesmas partes do corpo que o grau 3 e frequentemente resulta em cicatrizes.

O acne não só ocorre em variados graus de gravidade, há também uma série de diferentes espécies de acne. Em teoria todas deviam desaparecer quando atingimos os vinte anos, quando a nossa produção de hormonas se estabelece e nós atingimos o nosso crescimento completo e a maturidade sexual. Todavia, existem alguns tipos de acne que podem afectar os adultos em qualquer momento - não apenas a ocasional mancha todos os meses ou coisa parecida, mas em situações regulares e repentinas.

O acne pode ocorrer nos adultos como resultado da falta de cuidado apropriado da pele. Esta é, obviamente, o tipo mais simples de corrigir porque pode apenas ser um caso de alteração da rotina do cuidado da pele. Alguns dos cremes de limpeza do mercado não removem necessariamente as células sujas e mortas da pele, e portanto podem deixá-la com aspecto desagradável e podem criar o ambiente perfeito para o desenvolvimento de manchas. Além disso usam-se em grandes quantidades humidificadores/hidratantes contendo óleos minerais, devido a grande facilidade de expansão, e frequentemente ao medo irracional de ter a pele seca, e estes podem causar o aparecimento de saliências negras, brancas e borbulhas. Uma mudança na rotina pode reduzir o acne e permitir que a pele volte à sua própria situação normal, agradável e saudável. O acne de pele seca é um tipo relativamente raro de que alguns adultos sofrem. Soa como se fosse uma contradição, porque as pessoas que sofrem de acne normalmente têm pele oleosa, mas mesmo muito pequenas quantidades de óleo podem causar problemas de acne em pessoas muito sensíveis. Por vezes o problema pode ser devido à estrutura dos folículos dos poros - o tamanho ou forma deles pode tomar difícil que o óleo atinja a superfície da pele, assim ele fica parado e forma uma saliência branca.

Um tipo de acne adulto a que recentemente tem havido referências é a «acne da mulher de carreira». O dermatologista Dr. Anthony Chu tem observado um constante aumento no número de casos de mulheres de carreira que estão a sofrer de acne. «Trata-se de pacientes que passaram pela adolescência e pelos vinte anos sem quaisquer marcas e agora repentinamente começaram a ter problemas.» O Dr. Chu é cauteloso a respeito das razões para isto mas acredita de facto que o stress está em causa. «O stress toma qualquer situação da pele muito pior, por isso não seria de surpreender se o facto de que estas mulheres estão frequentemente em empregos de alta pressão fosse um factor.» Quando estamos sob stress, todos nós produzimos quantidades extra de androgénios (hormonas masculinas) que estimulam as glândulas de óleo a acelerar. Estudos nos Estados Unidos têm mostrado que um quinto de mulheres que têm acne de adulto também têm níveis acrescidos destas hormonas no seu sangue. O acne aparece nas faces, queixo, pescoço e costas e as saliências negras tendem a ser muito pronunciadas. Os comentários do Dr. Chu são reafirmados pela investigação de um centro de dermatologia no sul da Califómia. Isto mostra que o acne pós-adolescência está a aumentar. Trinta por cento dos pacientes do centro de dermatologia estão a trabalhar, são casados e têm filhos, numa combinação que pode levar ao acne significativa.